Que tipo de projetos apoia?

Do ponto de vista conceptual, o Programa LIFE apoia projetos que, contribuindo para os objetivos gerais, apresentem componentes de inovação, demonstração e/ou boas práticas que sejam suscetíveis de conduzir a uma maior eficácia e melhores resultados na aplicação das Políticas e Estratégias Europeias nas áreas do Ambiente e das Alterações Climáticas. Nesse contexto, os projetos apoiados pelo Programa LIFE situam-se geralmente num estádio de desenvolvimento entre a investigação – apoiada pelos programas de investigação e desenvolvimento – e a aplicação generalizada de soluções testadas e consolidadas – apoiadas pelos Fundos Estruturais.
O Artigo 2.º do Regulamento LIFE 1293/2013 define os diferentes tipos de projetos que podem ser apoiados pelo Programa LIFE e que ficaram conhecidos como “projetos tradicionais”, dado que já eram apoiados nas fases anteriores do Programa:

  • “Projetos piloto” – projetos que aplicam uma técnica ou um método que nunca tenha sido aplicado ou ensaiado antes ou noutro lugar, que apresente potenciais vantagens para o ambiente ou para o clima comparativamente com as boas prática atuais e que possa ser posteriormente aplicado em maior escala a situações análogas;
  • “Projetos de demonstração” – projetos que colocam em prática, ensaiam, avaliam e divulgam ações, metodologias ou abordagens novas ou desconhecidas no contexto específico do projeto, como por exemplo o contexto geográfico, ecológico ou socioeconómico, e que possam ser aplicadas em qualquer outro lugar em circunstâncias análogas;
  • “Projetos de boas práticas” – projetos que aplicam técnicas, métodos e abordagens adequados, custo-eficazes e mais recentes, tendo em conta o contexto específico do projeto;
  • “Projetos de informação, sensibilização e divulgação” – projetos para apoiar a comunicação, a divulgação de informação e a sensibilização no âmbito dos subprogramas relativos ao Ambiente e à Ação Climática.